Um manifesto café

Eu aprendi no filme Fast-Food Nation como oestrume dos intestinos dos bois contamina a carne que comemos; aprendi com o livro do Michael Pollan sobre como o salmão que todo mundo come é entupido de anti-fúngico e corante pra dar aquele aspecto saudável; também aprendi sobre como os granjeiros colocam corante na ração das galinhas para que a gema dos ovos fique mais amarelada, com um aspecto melhor. Então de quê vou me alimentar, se toda a indústria da comida ferra com minha saúde pra ter mais lucros?

 

Acho que de agora em diante só vou me alimentar de café, esse líquido maravilhoso que impulsiona economias, previne a doença de alzheimer e ainda dá um gás pra trabalhar.

Se você também quer fazer do mundo um lugar melhor, alimente-se apenas com café.